Top
LAC_8417

A história por trás da história #2

Vou começar a compartilhar algumas histórias mais antigas no meu blog e, pra começar, escolhi uma das minhas preferidas da época do Jornal de Santa Catarina.

Neste mês vai fazer +- 2 anos desde o dia em que comecei a fotografar a história “Onde nasce futebol”.

Muito antes dela ter esse nome, eu me lembro quando comecei a fazê-la. Adonis e eu estávamos procurando as casas que não tinham energia elétrica em Blumenau – papo para um outro post que vou fazer em breve!

Voltando…

Em uma de nossas saídas pelos bairros mais simples da cidade passamos por um campinho de terra. Na mesma hora pedi que ele parasse para fotografar as crianças.

Foi o instante onde reencontrei minha infância no interior de São Paulo.

Cheguei até eles, me apresentei como fotógrafo do jornal e perguntei:

- Pessoal, posso fotografar vocês jogando? Quero fazer uma matéria sobre os campinhos de terra em Blumenau.

Eles se empolgaram muito e começaram a jogar. Mais empolgados do que eles estava eu quando voltei para o jornal com as fotos que tinha feito.

Comentei com o Everton Siemann, que ainda era repórter, e ele gostou da ideia. Disse que tinha vontade de fazer uma matéria assim há um tempo, falando sobre o fim desses campinhos devido ao aumento da cidade.

Estava ai o gancho que precisava!

Mas no jornalismo nem tudo é fácil. Do dia em que falei com ele, até o dia que foi publicado, passou mais de um ano. Ou seja, foi publicado depois da Copa do Mundo.

Se engana quem acha que pude me dedicar todo este tempo para fotografar. O Everton virou sub editor, esperei entrar um novo, que também não tinha tempo, ai vieram eventos:

JASC, série D do Brasileirão, Oktoberfest, fim de ano, férias de alguns colegas e todas as complicações que vocês podem imaginar.

A pauta ficou guardada por meses. Para produzir as fotos e vídeo, fui, no máximo, umas 5 vezes.

E mesmo depois de tudo pronto, esperei o repórter Julimar ter tempo de escrever e, claro, o jornal encaixar no fim de semana que não tivesse nenhuma pauta especial.

Por fim, foi publicado depois da Copa do Mundo, enquanto eu estava de férias na Venezuela. Infelizmente não acompanhei a brilhante edição de vídeo do Fábio da Câmara e nem a dedicação dos parceiros Everton Siemann, Vinícius dias, Julimar Pivatto, Valquíria Ortiz, e Aline Fialho para fechar a matéria.

Sem contar a parceria do Adonis Bastos, um daqueles que não se pode esquecer jamais. Faz parte deste e de muitos outros trabalhos que produzi pelo Jornal de Santa catarina. Tem a alma de um contador de histórias, algo que anda faltando no jornalismo de hoje.

E no final do ano passado, rendeu o prêmio RBS de Jornalismo e Entretenimento na Categoria Vídeo.

A seguir algumas imagens e o vídeo deste ensaio, um dos que mais gostei de fazer pelo Jornal de Santa Catarina e que também foi capa do Diário Catarinense.

untitledcapadc

 Video reportagem

LAC_7295 LAC_7341 LAC_7344 LAC_7648 LAC_8155 LAC_8178 LAC_8209 LAC_8339 LAC_7268 LAC_7207 LAC_7150

LAC_8360 LAC_8378 LAC_8450

 

Até o próximo post!

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>